Você decidiu fazer dieta, mas sua casa não? Tem filhos e, por isso, sempre tem uma lata de leite condensado ou um Danette de chocolate na porta da geladeira? E a sua dispensa mal dá para organizar com tanto biscoito? Sou a favor de ter em casa apenas alimentos que estejam na sua dieta, mas ouço de alguns que é inviável. Para evitar / amenizar estragos pelo menos tire de vista tudo que for proibido e facilite o acesso para os alimentos permitidos. Vamos a algumas dicas práticas:

  1. Não postergue sua ida ao Hortifruti! Fatalmente você vai voltar morto do trabalho e querer comer o que tiver pela frente. Se não tiver os “alimentos certos” em casa, vai ficar “sem saída” e comer besteira.
  2. Deixe frutas e hortaliças lavadas e cortadas prontas para o consumo na geladeira para nem correr o risco de, por preguiça, preferir abrir um pacote de bolinho Ana Maria.
  3. Coloque os alimentos permitidos na frente da prateleira da geladeira e esconda o Danette e o leite condensado no fundo. Como amo doces, eu ainda mudaria o recipiente deles para nem me lembrar do que se trata.
  4. Se o lanche do seu filho te deixa tentado, guarde-o nas prateleiras mais baixas, onde as crianças consigam alcançar, mas você tenha que se abaixar para ver.
  5. Se comprar biscoito para as crianças, compre porções individuais e não pacotes tamanho família. Assim, se cair em tentação, não terá a opção de comer mais do que aquela quantidade.
  6. Quando faço algum evento em casa e sobram brigadeiros, bolo e afins, tento distribuir tudo entre as visitas, de forma a não guardar nada na geladeira. Se ninguém cooperar, congelo ou jogo fora.
  7. Por fim a dica que considero uma das mais importantes: guarde todas as tentações em recipientes opacos para não sofrer sempre que abrir a geladeira. Certa vez, uma paciente guardou o Brownie de aniversário do filho que estava “rolando” há dias num pote de sorvete Kibon. Para completar, ainda escreveu “Feijão” numa etiqueta  e grudou na tampa. Genial, foi o fim da tortura!